2015-11-09 Rádio Vaticana – Bagdá (RV) – Realiza-se nesta terça-feira (10/11), em frente à igreja de São Jorge, em Bagdá, a manifestação convocada pelo Patriarca de Babilônia dos Caldeus, Dom Louis Raphael I Sako, para protestar contra a lei de islamização de menores até mesmo quando um dos pais se converte ao Islã.

 

A manifestação, além de contar com a presença de cristãos de várias confissões, contará com a participação de militantes de vários partidos políticos, representantes da sociedade civil e várias comunidades religiosas.

Numa declaração, o Patriarca reitera que a lei de islamização de menores prejudica a unidade entre as várias componentes do povo iraquiano. 

Segundo a Agência Fides, o primaz da Igreja caldeia observa que tal medida jurídica viola os artigos da Constituição iraquiana que protegem os cidadãos de toda discriminação, e contradiz também os ensinamentos do Alcorão que proclama que na religião não pode haver constrição. 

O patriarca faz um apelo também ao presidente iraquiano, Fuad Masu, para que a lei seja modificada no Parlamento e sejam feitas emendas nas passagens que a tornam discriminatória. “Caso contrário, adverte Dom Louis,  está pronto um recurso para os tribunais e organismos internacionais que protegem os direitos humanos”. (MJ)

(from Vatican Radio)