Viseu, 13 jul 2015 (Ecclesia) – O padre Manuel António da Rocha, da Diocese de Viseu, celebrou o seu jubileu sacerdotal com agradecimentos por todos os que o ajudaram no caminho sacerdotal, este domingo, na Igreja do Seminário.

 

“Em todos vós aqui presentes, a qualidade que mais aprecio é a forma generosa com que me acolheis nas minhas fragilidades mas também fazendo potenciar as qualidades que o Senhor me concedeu para pôr ao serviço de todos”, disse o sacerdote na homilia.

O padre Manuel António da Rocha acredita que “não sendo profeta nem filho de profeta” foi escolhido para “ser santo e ajudar a todos nesta caminhada comum de santificação”. 

O sacerdote agradeceu ao bispo da Diocese de Viseu, D. Ilídio Leandro, que desde que chegou a Tondela e se apresentou o “acolheu e ajudou a acreditar e a confiar” em si e no seu sacerdócio.

Na homilia recordou também D. Júlio Rebimbas, que o ordenou em 8 de julho de 1990, e o bispo de Setúbal, D. Gilberto, onde esteve na Paróquia de São Sebastião.

Na celebração estiveram presentes elementos da Associação de Acólitos da Paróquia de Tondela a quem o sacerdote pediu que “não fechem a porta se o Senhor chamar a uma missão específica” na Igreja.

Aos restantes membros da paróquia o sacerdote deu “graças a Deus” por todos eles destacando o “lugar especial” dos elementos do Movimento Encontro Matrimonial.

“Foram os responsáveis deste Movimento quem não me deixou cair num momento difícil. Ajudaram-me a reencontrar-me e a reencontrar a alegria da minha vocação e do meu sacerdócio”, acrescentou o padre Manuel António da Rocha que integra a equipa dos coordenadores Europeus do Movimento Encontro Matrimonial.

No seu sítio online a Diocese de Viseu informa que o sacerdote está incardinado mas começou o seu percurso na Congregação dos Missionários Filhos do Coração de Maria, os Missionários Claretianos.

Desta forma, o jubilado agradeceu também ao “colegas sacerdotes do Arciprestado de Tondela” por o terem “ajudado a integrar” nesta diocese que “agora” também é sua.

Agência Ecclesia