De 16 a 19 de outubro, quase dez mil schoenstattianos, de 50 países, celebram o centenário da Fundação da Obra de Schoenstatt, na Alemanha

ROMA, 16 de Outubro de 2014 (Zenit.org) –  “Os cem anos da Obra Internacional de Schoenstatt é uma revelação das glórias de Deus, que atua nos Santuários, por meio de Maria, a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt”, lê-se em comunicado do Movimento sobre as celebrações jubilares.

De 16 a 19 de outubro, quase dez mil schoenstattianos, de 50 países, reunidos com o delegado papal, Cardeal Giovanni Lajolo, várias outras autoridades eclesiásticas e civis, celebram o centenário da Fundação da Obra de Schoenstatt, no lugar de origem, na Alemanha. São dias de renovação e de gratidão.

De 23 a 26 de outubro, imersa no espírito de origem, a Família de Schoenstatt estará em Roma, para celebrar junto com o Papa Francisco, sendo recebida por ele, em uma audiência especial, no dia 25, às 11 horas. “Queremos ser por ele enviados como missionários, como Igreja que vai ao encontro de todo aquele que se encontra em alguma situação de periferia, comprometidos na edificação de uma Cultura da Aliança”.

“A Aliança de Amor com Maria, semeada no coração do Pe. José Kentenich, tornou-se uma gigante árvore que enlaça corações pelos cinco continentes do planeta e produz frutos missionários em toda a Igreja”.

O Brasil, há 79 anos, participa nessa história de Aliança e desdobra esse carisma de modo criador pelas milhares de pessoas que pertencem ao Movimento Apostólico de Schoenstatt, especialmente pelas iniciativas como a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt e o Terço dos Homens Mãe Rainha, que aqui surgiram e atingem mais de três milhões de famílias, só em nossa terra.

As celebrações do centenário da Aliança de Amor acontecem também em centenas de catedrais, milhares de paróquias e cidades, do norte ao sul do Brasil. Neste link há uma pequena amostra: (http://www.maeperegrina.org.br/no-meu-local-sera-assim)

A Canção Nova acompanha pelos seus meios de comunicação, todos os eventos na Alemanha e Roma, e transmite, pela TV, ao vivo as celebrações: 16 de outubro: Abertura Solene do Jubileu – das 14 às 16 horas (fuso horário de Brasília); 17 de outubro: Vigília junto ao Santuário Original – das 14 às 16 horas; 18 de outubro: Santa Missa solene, com o Cardeal Giovani Lajolo, representante do Vaticano – das 5 às 7 horas; 18 de outubro: Solene renovação da Aliança de Amor (ato de Fundação da Obra) – das 14 às 16 horas; 25 de outubro: Audiência privada da Família de Schoenstatt com o Santo Padre, Papa Francisco, em Roma – das 7 às 9 horas.

“A festa do centenário é um momento kairós, que enlaça as graças e o espírito de origem com o momento presente e nos compromete com o futuro. Renovamos a Aliança de Amor com a Mãe e Rainha de Schoenstatt, para ajudá-la na missão que Deus lhe confiou, nos Santuários de Schoenstatt: edificar uma cultura da Aliança. Fortalecer a rede de aliança que parte de Deus, vincula no amor cada pessoa humana e se estende numa aliança de solidariedade entre diferentes culturas e gerações, num compromisso corresponsável pela vida no planeta”.