2015-10-01 Rádio Vaticana – Tanjay (RV) – O sacerdote Antonio Magalso, de 44 anos, foi morto com golpes de faca na noite de terça-feira (29) na cidade de Tanjay, sul da Ilha de Negro, nas Filipinas centrais. A notícia foi confirmada à Agência Fides pelo Padre Nathaniel B. Gomez, Diretor do Colégio Santa Catarina e sacerdote do clero diocesano de Dumaguete, ao qual Padre Magalso pertencia.

 

“Estamos profundamente chocados pelo homicídio a sangue frio, sem nenhum motivo. Padre Magalso era um simples pároco, muito amado pelo povo, dedicado à vida pastoral. Não era um padre ativista empenhado em outras lutas. O homicídio não foi motivado pelo furto. A polícia está investigando”, declarou Padre Gomez.

O sacerdote se dirigia a um vilarejo de sua paróquia para celebrar missa, quando foi apunhalado pelas costas. Levado ao hospital, chegou já sem vida. Graças a algumas testemunhas, o homicida foi capturado pela polícia. Segundo as primeiras informações, o assassino poderia sofrer de alguma doença mental.

Na Diocese de Dumaguete, o Bispo Julito Cortes convocou “uma hora santa de adoração em todas as paróquias para rezar por Padre Magalso e pelo seu assassino”. O Bispo pediu aos fieis “coragem e oração” e de “viver este acontecimento em uma atmosfera de penitência e misericórdia”. Uma missa em sufrágio será celebrada na Catedral em 5 de outubro e as exéquias no dia 7, em seu povoado de origem. (JE)

 

 (from Vatican Radio)