Bragança, 07 dez 2016 (Ecclesia) – A Junta Regional de Bragança do Corpo Nacional de Escutas (CNE) vai promover este sábado a apresentação do livro ‘O Escutismo na região de Bragança’, a partir das 15h30, no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão.

 

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o Secretariado das Comunicações Sociais da Diocese de Bragança-Miranda informa que a nova publicação é a história de quase 93 anos do Agrupamento XVIII da cidade de Bragança que foi fundado pelo cónego Albano Falcão e pelo coronel António Faria, a 6 de junho de 1924.

Uma Eucaristia presidida pelo bispo diocesano, D. José Cordeiro, às 14h30, na igreja dos Santos Mártires, precede a apresentação da publicação de Miguel Miranda, às 15h30, no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Bragança.

O autor considera o livro “pioneiro” e explica que reúne “apontamentos sobre a história do Escutismo na Região de Bragança, testemunhos vivos”.

“Para além dos factos históricos propriamente ditos, conseguimos algumas interessantes curiosidades sobre a vida escutista e até, de certo modo, fazer uma transversal caracterização da sociedade nordestina destas nove décadas de história”, disse Miguel Miranda.

Em ‘O Escutismo na região de Bragança’ podem ser lidas mensagens dos três últimos bispos da Diocese de Bragança-Miranda – D. António José Rafael, D. António Montes Moreira, e D. José Cordeiro – e do presidente do Comité Mundial do Escutismo, o português João Armando Gonçalves.

A publicação tem também mensagens do chefe regional, do assistente e do chefe de agrupamento.

Agência Ecclesia