WASHINGTON DC, 29 Set. 15 / 01:07 pm (ACI).- John Boehner, Presidente da Câmara de Representantes (deputados) dos Estados Unidos, anunciou em uma coletiva de imprensa sua decisão de renunciar a este cargo e compartilhou o momento mais emocionante que viveu junto ao Papa Francisco em sua visita ao Parlamento, no dia 24 de setembro.

 

 Durante a visita e o discurso do Pontífice, Boehner, católico, estava visivelmente comovido, até as lágrimas. No dia seguinte, anunciou que, no fim do mês de outubro deste ano, renunciará seu cargo como presidente da Câmara de Representantes do Congresso.

 Precisamente durante o anúncio de sua renúncia, o parlamentar revelou qual foi seu momento mais emocionante junto ao Papa, o qual “ninguém viu”.

 “No momento em que eu e o Santo Padre nos preparávamos para sair do edifício, estávamos sozinhos. O Papa segurou meu braço esquerdo e me disse algumas palavras muito amáveis a respeito do meu compromisso com as crianças e com a educação”, lembrou.

 Nesse momento, recordou emocionado uma vez mais: “O Papa me deu um forte abraço e me disse ‘por favor, reza por mim’”.

 “Nossa! Quem sou eu para rezar pelo Papa? Mas o fiz”, concluiu John Boehner.