REMARÁ, 14 Jan. 17 / 03:00 pm (ACI).- Radamel Falcao García, jogador da seleção de futebol colombiana e atacante do Mônaco da liga francesa, o ator Sebastián Martínez e outros famosos colombianos aparecem em um novo vídeo no qual dizem não ao aborto e sim à vida.

 

Neste novo vídeo do jornalista Frank Zapata, que apresentou outro com o testemunho de James Rodríguez, o jogador Falcao García afirma que “a vida não deve ser cortada quando floresce, porque depois de florescer nascem os frutos. Não ao aborto”.

Outro famoso que aparece e é conhecido na Colômbia pela sua participação em diversas novelas como “La viuda de la máfia” e “Juegos Prohibidos” é o ator Sebastián Martínez. Para ele, o aborto “é um tema de inconsciência, de passar por cima das coisas e acreditar que nada tem transcendência e que controlamos a vida, o universo e que somos Deus”.

“Um filho sempre vai estar cheio de bênçãos para as mulheres que se sentem sozinhas. É um momento muito difícil, eu sei, sentir que a sua juventude acabou, que muitas coisas acabaram, mas vão chegar outras milhões, muito, muito grandes”.

Pedro Pallares, outro ator colombiano, comentou que está vivo porque “a minha mamãe, podendo dizer não, disse sim à vida”.

O goleiro e jogador do Arsenal, da Inglaterra, David Ospina, expressou que a vida “é muito importante e todos nós temos um caminho que é dado pelo Senhor, por isso, devemos protegê-la sempre”.

No vídeo publicado por Zapata, também aparecem jornalistas e apresenta-dores de televisão como Hernán Orjuela, que expressou sua opção a favor da vida, porque “o Criador nos fez com uma função muito importante não somente neste mundo, mas em todo o espaço que Ele certamente desenhou para nós. E, por isso todos, absolutamente todos, temos direito à vida”.  

Por sua parte, Juan Eduardo Jaramillo, apresentador de notícias, assinalou: “Sempre considerei que o aborto, ao contrário do que afirmam muitas pessoas, é um assassinato. Estou convencido de que há vida desde o momento da concepção”.

“Essas teorias muito modernas que inventaram por aí, no sentido de que a vida começa em um determinado momento da gestação…, eu acredito que isso é totalmente contraposto. É possível confirmar e comprovar que há vida desde o primeiro momento da concepção. Em conclusão, eu considero que o aborto é um assassinato”, disse Jaramillo.

A jornalista Adriana Eslava, conhecida por usar um tapa no olho depois que perdeu seu olho direito em um atentado na década de 1980, comentou que antes era a favor do aborto, mas, “hoje em dia, entendo que essa não é a solução e que nem sequer deveria ser uma opção, porque no aborto a única coisa que não há é amor”.

O apresentador Javier Hernández Bonnet, indicou que a falta de respeito que a sociedade atual tem pelo valor da vida “é arrancada com a permissão que todo mundo dá a si mesmo para abortar, para pensar que o aborto não é um assassinato. O aborto é um assassinato, é acabar com uma vida”.

Entre as atrizes que fizeram um apelo a respeitar a vida está Margalida Castro, que exortou: “Por favor, lutemos pela vida e não defendamos o aborto. Eu não o defendo, eu defendo a vida e espero que todos nos unamos em um grito universal”.

Por sua parte, Amada Rosa Pérez disse que “o aborto é a maior exploração da mulher, é outro tipo de escravidão, de tortura e uma violência terrível para a mulher. Obviamente, um holocausto para a humanidade”.

Por outro lado, o humorista Marco Aurelio “Coroso” explicou que o aborto também implica eliminar todas as pessoas que foram diagnosticadas com uma deficiência física ou mental.

“Eu não estou de acordo porque, então, teríamos que matar todos os loucos, os bobos, os que nasceram sem uma mão que há por aí. Inclusive eu entraria como louco. Não existe nenhum motivo para abortar, para tirar a vida de alguém”, assinalou.

O humorista Álvaro Lemon disse: “Sempre fui contra o aborto, porque sou uma pessoa que ama muito Jesus Cristo. Há 66 anos estou na Igreja Católica”.

Entre os outros famosos que publicaram uma mensagem no vídeo, estão as atrizes Lina Tejeiro, Adriana Bottina e Cecilia Navia e o apresentador Juan Manuel Correal.