Afirma Cardeal filipino, destacando que a opinião da maioria não altera a Lei Divina

ROMA, 26 de Março de 2015 (Zenit.org) – O Arcebispo Emérito de Manila, Cardeal Gaudencio Rosales diz que a Igreja Católica não pode conformar os seus ensinamentos sobre o divórcio com os desejos do mundo.

De acordo com CBCP News, o ex-arcebispo da capital filipina destaca que mesmo com uma nova pesquisa mostrando que 60 por cento dos filipinos quer o divórcio legal, ninguém pode mudar os ensinamentos de Deus para atender o que as pessoas querem. Pois a doutrina da Igreja vem de Lei Divina, que não pode ser alterada, disse ele. “Mesmo que 99 por cento seja a favor do divórcio”, disse ele, “o que é errado é errado”.

“Aqueles que argumentam que a Igreja deveria mudar sua posição sobre o divórcio, observou ele, estão pedindo à instituição que indefiram a Deus, e estão ignorando o que está na Bíblia”.

“Está na Bíblia a não ser que você não acredite na Bíblia”, disse o Cardeal Rosales. “Há muitas pessoas brilhantes hoje em dia”.

De acordo com o último levantamento da ‘Social Weather Stations’, cerca de três em cada cinco filipinos são a favor da legalização do divórcio para casais “irremediavelmente separados”.

A pesquisa também mostrou que 60 por cento dos 1.800 entrevistados concordam que os casais em matrimônios irreparáveis devem ser autorizados a se divorciarem para que possam legalmente casar novamente. Apenas 29 por cento discordam.

O Arcebispo emérito de Lingayen-Dagupan Oscar Cruz disse que aqueles que argumentam que a Igreja deve mudar seus ensinamentos sobre o divórcio estão pedindo o impossível.  “A Bíblia diz ‘Não separe, pois, o homem o que Deus uniu’”, afirmou ele.

“A Igreja tem o dever de respeitar e promover os ensinamentos de Seu fundador, e seu fundador ensina que o casamento é sagrado”, continuou o arcebispo. “Se vai ganhar ou não falando as verdades do Evangelho, isso não é problema Dela”, afirmou. “É problema Dela falar quando as coisas estão erradas e afirmar quando as coisas estão certas”.