De Bocelli a Gipo, para o dia 28 de setembro se espera na praça os artistas mais amados pelos idosos e pelas crianças

Mais de 40 mil idosos e avós vindos de mais de 20 países (a maioria da Itália, Espanha, Argentina e Estados Unidos) que participarão da jornada de 28 de setembro, “A bênção da longa vida”, terão a possibilidade de preparar-se a um verdadeiro dialogo com Papa Francisco participando de um momento de testemunhos, em programação na praça de São Pedro das 8:30 às 9:30. Uma hora estruturada em duas partes que primeiro verá o desenvolver de um percurso sobre a terceira idade em cinco episódios bíblicos, e depois a apresentação feita por um sacerdote idoso – utilizando somente dez verbos – do sentido profundo deste tempo de velhice. A unir estes dois testemunhos uma história do conhecido e amado por todas as crianças italianas, o personagem: Gipo.

Em especial as cinco passagens bíblicas se concentrarão sobre a figura de Sara (para falar do tema da suposta inutilidade/esterilidade do idoso), sobre as figuras de Noêmi/Rute (ou seja, quando uma nora não abandona a sogra), para depois traçar a história de Eleazar e a responsabilidade que todos os idosos têm em relação às jovens gerações e a transmissão da fé.

As últimas duas etapas do caminho bíblico serão tiradas do Novo Testamento, onde Zacarias/Isabel e Simão/Ana apresentarão os idosos de hoje com um duplo ensinamento: respectivamente aquele de chegarem à velhice juntos para fazer a vontade de Deus, e aquele de manifestar gratidão por uma vida inteira consagrada ao Senhor.

Sempre falando da jornada de festa e oração esta prevista também a participação de um casal de idosos exilados iraquianos vindos de Qaraqosh (da Diocese de Mosul) que saudarão o Papa levando com eles a voz de tantos idosos que sofrem nas regiões de conflito. A abertura musical, com a chegada do Santo Padre, será oferecida ao vivo por Andrea Bocelli. A esta iniciativa existem outras previstas para poder dizer com alegria e convicção: “parabéns, avós!”