Roma, 17 Fev. 17 / 07:00 am (ACI).- Pela primeira vez na história, a Bíblia foi traduzida a um dos poucos idiomas que ainda não estava disponível: o “inuíte”, a língua dos esquimós.

 

Estudiosos e biblistas do Alasca, Nunavut e da Groenlândia participaram em Toronto (Canadá) do primeiro congresso sobre a tradução da Bíblia para este idioma diferente, usado pelos habitantes do Ártico e difundido entre aproximadamente 30 mil esquimós que vivem principalmente no Canadá, no Alasca e na Groenlândia.

As Escrituras tinham sido publicadas em 2012, depois de 30 anos de trabalho, em “inuktitut”, um dialeto do “inuíte”. “Traduzir os textos sagrados em vários dialetos locais ajuda a conservá-los e transmiti-los às futuras gerações”, assegurou Rejean Lussier, um dos estudiosos que participaram do projeto, ao jornal italiano ‘Avvenire’.

Segundo os responsáveis pelo projeto, nenhum livro contribuiu tanto como a Bíblia na alfabetização e na conservação da língua tradicional da população do Ártico.