2015-08-27 Rádio Vaticana – Damasco (RV) – Uma chuva de morteiros proveniente de áreas nas mãos de milícias anti-Assad caiu no domingo passado sobre a região da cidade de Damasco, onde se encontra a igreja maronita. Foi o que informou o Arcebispo maronita, Dom Samir Nassar, em um apelo-comunicação enviado à agência Fides, especificando que as bombas mataram 9 civis e feriram cerca de 50 pessoas, além de danificar a sua igreja e uma vizinha paróquia católica de rito latino.

 

“Faz parte da guerra na Síria”, acrescentou o Arcebispo Nassar no seu e apelo, “o fato de viver sob os bombardeamentos indiscriminados, como em uma espécie de roleta russa, que é sempre imprevisível…”. “Dos que morreram”, acrescenta, “os sobreviventes dizem: ‘pelo menos não deverão mais ver e viver esta cruel tragédia sem fim. Não vão ver seus filhos, seus amigos e seus vizinhos sofrerem e morrerem por causa da violência cega e do fanatismo sedento de sangue, incapazes de salvá-los ou ajudá-los, sem entender o porquê”.

“Os sobreviventes enterram seus mortos, sem poder cuidar dos feridos, já que faltam os instrumentos e as competências necessárias. Eles estão imersos em silenciosa oração diante das relíquias dos mártires, que são as sementes da fé”. (SP-Fides)

 (from Vatican Radio)