ROMA, 05 Jan. 16 / 11:05 am (ACI).- A Custódia da Terra Santa informou ontem que foi libertado o Pe. Dhiya Azziz, sacerdote iraquiano sequestrado enquanto se dirigia a sua paróquia em Yacoubieh (Síria) para celebrar a Missa de Natal.

 

“Hoje recebemos a informação de que o Pe. Dhiya Azziz foi libertado e passa bem. Devido a algumas razões de confidencialidade, não podemos dizer mais detalhes. Agradecemos a todos aqueles que ajudaram na sua libertação”, indicou em sua página no dia 4 de janeiro.

No dia 28 de dezembro de 2015, a Custódia da Terra Santa alertou que desde o último dia 23 de dezembro perderam o contato com o sacerdote franciscano, o qual havia voltado a sua paróquia em Yacoubieh logo após regressar da Turquia, onde visitou algumas pessoas da sua família, que vivem como refugiados, desde que o Estado Islâmico invadiu Qaraqosh (Iraque), seu lugar de origem.

Nesse momento, indicou que era razoável “assumir que foi sequestrado por algum grupo. Estamos fazendo todo o possível a fim de compreender quem poderia haver sequestrado o sacerdote. Infelizmente, a situação caótica do país não nos permite obter muita informação”.

Esta foi a segunda vez que o Pe. Azziz foi sequestrado. A primeira ocorreu no dia 4 de julho do ano passado, na aldeia síria de Yacoubieh. Foi libertado seis dias depois.