“Na Europa há um duro golpe contra a identidade cristã”, disse ontem em uma homilia mons. Ireneusz Skubis, editor-chefe honorário do jornal católico polonês, Niedziela.

 

Mons. Skubis presidiu a celebração eucarística na Catedral de São Venceslau em Olomouc na Moravia (República Checa) para 800 peregrinos da diocese de Rzeszow, que em dias passados foram ao túmulo de São João Paulo II em Roma.

A santa missa foi celebrada como agradecimento pelo 1050º aniversário do Batismo da Polónia e pelo 90º aniversário de Niedziela.

Em sua homilia, Mons. Skubis sublinhou que “a identidade significa a grande história e a tradição” e acrescentou que “o aniversário do Batismo da Polônia que, como nação, temos obtido da Grande Moravia, é a base da nossa identidade.”

Mons. Skubis recordou que “a história da nação nos mostra que precisamos refletir sobre as raízes polonesas. A cultura polonesa e europeia é marcada pelo Evangelho. Não há cultura polonesa e europeia sem o Evangelho, sem a cruz”, acrescentou.

Referindo-se à Europa contemporânea, o editor-chefe honorário de Niedziela observou que “a Europa com o ateísmo, o hedonismo e o liberalismo se afastou dos Dez Mandamentos de Deus, da ideia de santidade e perdeu a própria identidade”.

“Deve-se ver a missão da Polônia na Europa, que se apresenta como uma ‘velha tia’, que nas famílias prefere mais os cães do que as crianças… Devemos manter a identidade cristã”, concluiu Skubis.

Olomouc é uma cidade universitária da Morávia, na República Checa. Antes mesmo do século IX tornou-se uma fortaleza importante do Grande Império da Morávia, mas as primeiras fontes escritas só aparecem a partir de 1019. Em 1021 tornou-se a sede do governo dos Premyslid, portanto, capital da região da Morávia. Em 1063 Olomouc foi elevada à categoria de diocese de toda a Moravia, desmembrando o território de Praga. No entanto, deve notar-se que, anteriormente, Olomouc estava dentro do arcebispado de Moravia e Pannonia (Hungria). Nos anos 869-885 o arcebispo de Moravia e de Pannonia foi São Metódio, apóstolo dos Eslavos.