MADRI, 21 Mar. 17 / 12:00 pm (ACI).- A Federação Down Espanha lançou uma campanha na qual pede para “mudar o olhar sobre a Síndrome de Down” a fim de ver sem preconceitos as pessoas afetadas por esta deficiência, porque “com as ajudas adequadas podem realizar qualquer objetivo que se proponham”.

 

Neste dia 21 de março, é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down. Nesta data, a Federação Down Espanha lançou a campanha “Mude o seu olhar sobre a Síndrome de Down”, através da qual pretendem “aumentar a sensibilização social e a visibilidade das pessoas com deficiência intelectual”.

No vídeo, quatro atores espanhóis: Jordi Rebellón, Vanesa Romero, Eva Isanta e Jesus Olmedo, se sentaram com os olhos fechados em frente às pessoas com Síndrome de Down.

Pouco a pouco, os atores vão abrindo os olhos, desprendendo-se dos “preconceitos, estereótipos, dúvidas, receios e aparências” que, segundo afirmam, “criam uma venda invisível que impede de ver a realidade”.

No vídeo, a Federação Down Espanha convida a “abrir os olhos e olhar para a pessoa que está na sua frente”, como uma maneira concreta de “mudar o olhar sobre a Síndrome de Down”.

“Você quer incentivar para que haja uma verdadeira mudança” na forma que a sociedade vê as pessoas com trissomia 21, pois estas pessoas “têm somente uma deficiência, mas com a ajuda adequada podem realizar qualquer objetivo que quiserem”, insiste Federação em um comunicado.

Agunstín Matía, gerente da Federação Down Espanha, declarou ao jornal La Razón que “o número de pessoas com essa síndrome permanece estável nos últimos anos, entre 34 e 35 mil, mas a tendência é que diminua, embora a esperança vida de todos eles seja cada vez maior. Já existem pessoas com 70 e até 80 anos, mas os nascimentos diminuem”.

 “A deficiência não é assumida. Muitas pessoas acreditam, quando encontram com alguma dessas crianças pelas ruas, que elas são infelizes, e muito pelo contrário. Estão completamente errados”, disse Matía.

O gerente da Fundação também sublinhou o “viés eugênico na comunidade médica no momento de apoiar os casais quando os exames indicam que o seu filho tem trissomia 21”.

Matía também reclamou que as crianças com síndrome de Down “deveriam estar integradas nas escolas normais com os apoios de que necessitam”. Algo que ocorre em muito poucas escolas na Espanha.

O anúncio ‘Mude o seu olhar sobre a Síndrome de Down’ faz parte da campanha de sensibilização #xtumirada lançada pela Fundação Down Espanha nas redes sociais.

A campanha é composta por 150 fotografias de artistas famosos espanhóis do mundo da cultura, televisão e do esporte nas quais mudam a área dos olhos pelos de uma pessoa com Síndrome de Down, acompanhada por um texto que diz: ‘No dia 21 de março vou mudar o meu olhar… e você?’.

Esta série de fotografias será exposta em Madri (Espanha) até o dia 7 de abril e está prevista que visite outras cidades da Espanha durante este ano.