Casal do Departamento Nacional da Pastoral Familiar participa, em Roma, o X Encontro Mundial das Famílias

Foto Ricardo Perna/Família Cristã

Cidade do Vaticano, 23 jun 2022 (Ecclesia) – O casal Helena e Luís Pais, que participam, em Roma, no X Encontro Mundial das Famílias disse que, na vida familiar, “ninguém consegue fazer nada sozinho” e cada um faz parte de “puzzle da mesma figura”.

“Acho que ninguém consegue fazer nada sozinho, e se tivermos a consciência de que somos um puzzle da mesma figura, e se somos feitos à imagem de Deus, somos feitos à imagem do Amor. Portanto, o Amor não caminha sozinho, é estas mãos dadas”, afirmam em declarações à Agência ECCLESIA.

Helena e Luís Pais defendem a necessidade de “escutar o que o outro tem para dizer” e, “em conjunto”, fazer o caminho sinodal, “desde os mais pequeninos aos mais anciãos, passando pelos religiosos e pelos padres”.

Para o casal, caso não seja sinodal, o caminho em famílias “faz-se com muito mais dificuldade” e os “obstáculos enquanto família” ultrapassam-se mais dificilmente.

“Se enquanto família conseguirmos ser melhores famílias, vamos conseguir chegar aos outros de forma melhor e ajudar a tornar o mundo, como o Papa ontem dizia, numa casa para os poder acolher e ajudar”, sublinham.

O casal que integra a delegação de Portugal no X Encontro Mundial das Famílias participou no Festival das Famílias, que marcou o início deste encontro, com a presença do Papa Francisco, que desafiou as famílias, a partir dos testemunhos partilhados, ao acolhimento.

“O Papa Francisco quis colocar em prática o que nos tem transmitido. Tocou nas periferias, mostrou o que é uma igreja em saída, ao dizer que não há famílias perfeitas, e os testemunhos que nos foram apresentados tocaram todas essas realidades de uma forma muito comovente, e acabaram por ser testemunhos amplificadores de tantas histórias que acontecem na vida de todos nós e do mundo”, recordam.

Helena e Luís Pais afirmaram que os testemunhos que passaram no Festival das Famílias apontam para “uma mensagem de esperança”, indicam uma “missão” para cada família e cada um dos seus membros, da qual não se podem “demitir” e reclamam da família uma atitude samaritana, como pede o Papa.

PR

Reportagem em Roma no âmbito do X Encontro Mundial das Famílias resulta de uma parceria entre a Agência Ecclesia, a Família Cristã, o Diário do Minho e a Associação de Imprensa de Inspiração Cristã