Francisco e Isabel Pombas apontam à criação de roteiro para dioceses e movimentos

Cidade do Vaticano, 26 jun 2022 (Ecclesia) – Francisco e Isabel Pombas, casal responsável pelo Departamento Nacional da Pastoral Familiar (DNPF), assumiu como “maior desafio” para o setor a preparação para o Matrimónio e acompanhamento de novos casais.

“A missão principal do DNPF é ter um roteiro, dentro do próximo ano, para que isto chegue às dioceses e aos movimentos”, refere Francisco Pombas, em declarações à Agência ECCLESIA.

Falando em Roma, no final do X Encontro Mundial das Famílias (EMF), o responsável nacional admitiu que a nova dinâmica de acompanhamento e preparação para o Matrimónio passe por projetos-pilotos, nalgumas paróquias, destacando a urgência de colocar o tema “na agenda” das comunidades católicas.

“É determinante haver uma preparação próxima para o casamento que não é a preparação para a cerimónia do casamento, mas sim uma preparação para a vida matrimonial”, precisa.

O responsável realça ainda a importância de que “matrimónios a passar por dificuldade tenham apoio da parte das estruturas da Igreja”.

Isabel Pombas admite que esta nova abordagem, proposta pelo Papa Francisco, “obriga a uma mudança de atitude” e a procurar os casais que estão fora das estruturas organizadas, na Igreja Católica.

“Os casais que estão inseridos em movimentos, equipas de casais, Schoenstatt, estão próximos da Igreja e fazem essas preparações. A nossa preocupação é chegar aos outros casais que estão fora da Igreja e que muitas vezes não fazem a preparação ou a fazem num simples fim de semana”, detalha.

Francisco Pombas recorda que o tema foi abordado pelo Papa na exortação ‘Amoris Laetitia’, de 2016.

Quanto ao impacto do X EMF nas dioceses portuguesas, o responsável espera que exista um “fator multiplicador”.

“Houve linhas pastorais de realçar e essas têm de ser o foco do nosso próximo ano: claramente este documento do Dicastério sobre a preparação para o Matrimónio”, aponta.

O Vaticano publicou a 15 de junho um documento com novas orientações para o Matrimónio, com prefácio do Papa Francisco, para quem é necessário evitar a celebração de uniões “nulas ou inconsistentes”.

“A preparação para o Matrimónio deve tornar-se parte integral de todo o procedimento do Matrimónio sacramental, como um antídoto para evitar a proliferação de celebrações matrimoniais nulas ou inconsistentes”, escreve, ao introduzir os “Itinerários catecumenais para a vida matrimonial”.

Francisco fala das novas propostas como um fruto do ano especial ‘Amoris Laetitia’, dedicado à família e convocado nos cinco anos da publicação da exortação apostólica que recolheu as conclusões de duas assembleias sinodais (2014 e 2015) dedicadas a este tema.

Isabel Pombas assinala que o trabalho começa por “convencer o clero” da necessidade destes itinerários, deixando para segundo plano a preocupação com as “estatísticas”.

O casal aponta à Jornada Mundial da Juventude de 2023, em Lisboa, como uma “oportunidade” de diálogo entre a Pastoral Juvenil e a Pastoral Familiar, promovendo o encontro entre jovens e casais na preparação do evento.

Francisco Pombas refere ainda que os dias de encontro em Roma, desde quarta-feira, sublinharam a ideia da família como “caminho de santidade.

“Além de uma vocação, o casamento e a vida familiar têm uma função na sociedade e têm uma função na Igreja”, assinala.

Para Isabel Pombas, esta é uma ideia em que se deve insistir, destacando que “não são precisos grandes feitos”.

“Basta vivermos o nosso dia a dia, estarmos atentos aos outros, fazer os trabalhos social na Igreja e fora da Igreja”, prossegue.

Após a Missa na Praça de São Pedro e o envio das famílias, no sábado, o EMF terminou hoje com a oração do ângelus presidida pelo Papa Francisco.

O X Encontro Mundial das Famílias decorreu de uma forma “multicêntrica e generalizada”, em Roma e nas várias dioceses do mundo, após ter sido adiado por um ano, devido à pandemia de Covid-19.

A delegação de Portugal no Vaticano foi constituída pelos seis casais do Departamento Nacional da Pastoral Familiar; o presidente da Comissão Episcopal Laicado e Família (CELF), D. Joaquim Mendes; D. Armando Esteves, vogal da mesma comissão; José Francisco Cruz, secretário da CELF; a irmã Inês Senra; e o assistente nacional DNPF, padre Francisco Ruivo.

OC

Reportagem em Roma no âmbito do X Encontro Mundial das Famílias resulta de uma parceria entre a Agência Ecclesia, a Família Cristã, o Diário do Minho e a Associação de Imprensa de Inspiração Cristã