Roma, 27 Out. 15 / 12:10 pm (ACI).- Logo após a publicação do documento final do Sínodo dos Bispos, no último sábado, 24, um porta-voz do Cardeal George Pell, Prefeito da Secretaria de Economia do Vaticano, comentou que o Cardeal “está muito satisfeito” com o texto que, como disseram em diversas ocasiões, não gerou nenhuma mudança na doutrina católica.

 

A declaração indica que o documento final do Sínodo dos Bispos “expressa bem a prática pastoral atual e o ensinamento da Igreja acerca do tema da sexualidade, do matrimônio e da família”.

O documento, conforme a declaração, não contém “desenvolvimentos, surpresas nem mudanças doutrinais, nem mudanças relacionadas à prática ou à disciplina”.

Em relação a este tema, o Cardeal Pell afirmou: “Podemos apreciar no documento final do Sínodo um maravilhoso louvor às famílias numerosas e ao testemunho dos esposos felizmente casados e seus filhos como agentes de evangelização”.

Em entrevista concedida ao Grupo ACI há alguns dias, o Cardeal Pell já havia assinalado que o clima entre os prelados no Sínodo foi de grande liberdade para dialogar a respeito das melhores práticas para acompanhar as famílias e que o Santo Padre disse “que a doutrina não será modificada”.

O Cardeal australiano afirmou ainda: “Precisamos de um claro ensinamento do Sínodo e também do Santo Padre porque existe certo grau de confusão e queremos esclarecer o assunto da misericórdia e da verdade, que estão no coração do ensinamento moral cristão e do ensinamento sacramental cristão. Devemos estar no coração da vida familiar”, concluiu.