D. António Moiteiro participou no seminário nacional do movimento, este ano centrado na família

 

Aveiro, 20 nov 2014 (Ecclesia) – O seminário nacional da Ação Católica Rural 2014, em Albergaria-a-Velha, teve como pano de fundo 81 anos de atividade e contou com a participação do bispo de Aveiro, que destacou a sua importância enquanto movimento laical.

De acordo com um comunicado da ACR, enviado à Agência ECCLESIA, D. António Moiteiro incentivou os membros do movimento a continuarem “fiéis à sua identidade e missão”.

Para que “continue a ser sal e fermento”, que siga empenhado na “transformação da realidade e do meio” onde está inserido, “com a alegria do Evangelho”.

O prelado exortou ainda a ACR a ser uma comunidade de “discípulos missionários”, que “dá testemunho do amor de Deus nas várias circunstâncias da vida”, a partir da “força do apostolado organizado”.

Sob o lema “A alegria de Ser”, o seminário nacional da Ação Católica Rural olhou especialmente para a situação das famílias hoje atingidas por vários tipos de “crise, económica, do casal, de fé, de valores”.

“Crises que são oportunidade de mudança, de crescimento, de transformação e de evangelização, pelo que, constituem enormes desafios ao movimento”, refere o comunicado.

A abordagem do tema contou com a colaboração de Jorge Cotovio, do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar de Coimbra, que apontou para a importância da ACR estar ao lado das “famílias feridas e frágeis”.

Agência Ecclesia