VATICANO, 28 Set. 16 / 12:10 pm (ACI).- Ao final da Audiência Geral e das saudações aos peregrinos provenientes de vários países do mundo, o Papa Francisco pediu novamente pela paz na Síria.

 

“Continuam chegando notícias dramáticas sobre a condição da população de Aleppo, à qual me sinto unido no sofrimento através da oração e da proximidade espiritual”.

“Ao expressar a minha profunda dor e preocupação com o que está acontecendo nesta sofrida cidade – onde morrem crianças, idosos, doentes, jovens –, renovo a todos um apelo para que se comprometam, com todas as forças, na proteção dos civis, um dever imperativo e urgente”.

“Apelo à consciência dos responsáveis pelos bombardeios, que deverão prestar contas disso diante de Deus”, acrescentou.

A Síria vive uma guerra cruenta devido à presença dos terroristas islamistas do autodenominado Estado Islâmico. Nos últimos dias, as forças do regime sírio e seus aliados intensificam as operações contra as tropas rebeldes no leste de Aleppo. As forças de infantaria governamentais lançaram ataques coordenados em quatro frentes com apoio aéreo e de veículos blindados. Além disso, o Governo de Damasco se atribuiu a conquista de um bairro, mas a oposição disse ter rechaçado a incursão.