Uma visita intensa e proveitosa foi a do Presidente do Pontifício Conselho, Dom Vincenzo Paglia, no Irã, de 12 a 15 de junho passado. 

 

Durante os quatro dias transcorridos em Tehran, dom Paglia restituiu a visita oficial que a Vice presidente da República Iraniana, senhora Molaverdi, fez em 2015 ao Vaticano. Nos dois colóquios que teve com a vice-presidente e com o ministro do Bem-estar, Dom Paglia rebateu a necessidade de uma atenção forte ao instituto familiar e aos mais fracos (mulheres, idosos e crianças), bem como o importante papel que as religiões abraâmicas podem desempenhar para ajudar toda a família humana de reconhecer o benefício desta realidade antropológica fundamental. Ao lado das questões puramente sociais, três reuniões sublinharam a necessidade de promover uma mudança cultural que não veja mais só o amor romântico (“o coração de fáceis ilusões”, como cantado pelo poeta persa Hafez) o único fundamento de escolha matrimonial. Uma tese, essa, também compartilhada durante a visita a várias universidades na cidade sagrada de Qom.

Ambos os lados mostraram o desejo de continuar e implementar abertamente, a partir da abertura na Biblioteca Nacional em uma sessão com os livros publicados recentemente pelo Pontifício Conselho para a Família.

Ao lado dos eventos oficiais, Dom Paglia encontrou-se com uma pequena comunidade cristã presente em Tehran e articulada nas três históricas tradicionais: latina, armênia e caldeia. A celebração da eucaristia dominical, a apresentação da Exortação Apostólica Amoris Laetitia e um momento de festa marcaram a note do domingo, também caloroso foi o encontro, no último dia, com os idosos da casa de repouso pelas Irmãs Vicentinas.
 

Comunicado oficial

Galeria de fotos