ROMA, 07 Abr. 14 / 11:46 am (ACI/EWTN Noticias).- O sacerdote espanhol Rafael Díaz Dorronsoro, perito em teologia dogmática, esclareceu que o sacramento do matrimônio é uma realidade que só pertence à Igreja e, portanto, pode realizar-se exclusivamente entre um homem e uma mulher batizados.

São reiterados ataques públicos contra o matrimônio. Um dos mais mediáticos foi a paródia de um casamento cristão feita pela cantora Madonna e outros artistas durante a última edição dos prêmios Grammy em Los Angeles, em que 33 casais, homossexuais e heterossexuais, intercambiaram anéis em um altar fictício com luzes de néon.

O Catecismo da Igreja Católica assinala que o matrimônio é “a aliança pela qual o homem e a mulher constituem entre si um consórcio de toda a vida, ordenado por sua mesma índole natural ao bem dos cônjuges e à geração e educação da prole, elevada por Cristo Nosso Senhor à dignidade de sacramento entre batizados”.

Neste sentido, o Pe. Dorronsoro, professor na Pontifícia Universidade da Santa Cruz em Roma, recordou que o matrimônio não pode ser um fato privado, mas deve celebrar-se ante o sacerdote e ante a comunidade de fiéis. “Pertence a todos, pertence à Igreja”, disse.

O Pe. Dorronsoro expressou estas palavras durante a conferência “A união entre a fé e o Sacramento do Matrimônio”, celebrada na Pontifícia Universidade de São João de Latrão em Roma em 3 de abril, onde também participaram o Secretário da Congregação para as Igrejas Orientais, Dom Cyril Vasil; o Presidente do Pontifício Instituto João Paulo II, Padre José Granados; e o Presidente da Prefeitura para os Assuntos Econômicos da Santa Sé, Cardeal Giuseppe Versaldi; entre outros.

No encontro se explicou como a parte natural e sacramental do matrimônio está sendo hoje em dia atacada por novas problemáticas, como a petição do sacramento por parte de pessoas sem batizar, ou afastadas da Igreja, que abandonaram toda prática eclesial e inclusive sua fé em Deus.

A conferência tentou explicar como desde a época patrística, a relação entre a fé e os sacramentos sempre foi um ponto central na reflexão teológica, apresentando diferentes particularidades de maneira especial o sacramento do matrimônio.