slide1 slide2

Líderes: é importante mudar o ‘chip’ para o mundo digital

Os líderes e gestores empresariais ainda não estão totalmente preparados para o mundo digital. Esta é a principal conclusão de um estudo recente, apresentado pela Boyden, o qual revela que apenas 14% dos inquiridos consideram que a sua empresa está “bem preparada” para esta nova era. De acordo com o documento, o investimento e as diferenças entre gerações são os principais desafios para as organizações, as quais precisam de adoptar novas estratégias e adaptar-se a este mundo, também ele feito de oportunidades

Continuar...

É (mesmo) possível aliar o impacto social ao retorno financeiro

No âmbito do Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano, e tendo em conta que “a inovação tanto pode acontecer ao nível das respostas que se promovem, como também na forma como os projectos são estruturados e financiados”, a Fundação tem vindo a apostar fortemente na criação de um mercado de investimento social no país. Em entrevista ao VER, Luís Jerónimo, director adjunto do Programa em causa, faz um balanço do trabalho do Laboratório de Investimento Social, o qual a FCG tem apoiado desde a sua criação em 2013, e explica os motivos que o transformaram numa das “traves mestras” do mesmo

Continuar...

“A área social não pode ficar atrás no percurso da inovação”

A Deloitte irá lançar, em Outubro, a 4ª edição do PACT Fund, um fundo de investimento que apoia projectos sociais desenvolvidos por organizações do terceiro sector em Portugal e em Angola. Consolidando a sua aposta na área da inovação, a consultora está igualmente a apoiar os primeiros Títulos de Impacto Social em Portugal, financiando o projecto Faz-te Forward, da TESE. Em entrevista ao VER, Afonso Arnaldo, partner da Deloitte, sublinha a relevância da inovação para que a sociedade actual seja capaz de enfrentar os enormes desafios que se lhe colocam, defendendo que “a parceria com o sector privado (que pode e deve contribuir com apoio financeiro e conhecimento) é fundamental”, para que “a área social não fique atrás, neste percurso”

Continuar...

Investimento social em Portugal – os primeiros 1000 dias

Os primeiros 1000 dias do investimento social em Portugal construíram as bases sólidas para um sector dinâmico e sustentável, com projectos estruturantes do lado da procura (procura de investimento), oferta (disponibilidade de investimento), sector público, inteligência de mercado e intermediação. Teremos agora que nos focar nos resultados e impacto dos projectos que sejam alvo de investimento social para que até 2020 possamos provar, com dados concretos, que a inovação social é um excelente investimento

Continuar...

Protecção de Dados: no melhor pano cai a nódoa

Em vez de colocar o foco na informação, na educação e em serviços e ferramentas que possam ser facilmente compreendidos e aplicados e que contribuam para proteger crianças e jovens dos potenciais riscos online, o Regulamento Geral de Protecção de Dados, que impõe restrições etárias, apenas irá contribuir para agravar um problema, seguindo a máxima “quando a lei ignora a realidade, a realidade responde ignorando a lei”

Continuar...