slide1 slide2

Roubam sacrário e profanam Eucaristia em igreja dedicada a Santa Rosa de Lima

CARACAS, 27 Jun. 17 / 04:10 pm (ACI).- Na madrugada da segunda-feira, 26 de junho, sujeitos desconhecidos profanaram e roubaram a Eucaristia da Igreja de Santa Rosa de Lima em Caracas (Venezuela) e destruíram um altar onde a Virgem Maria era venerada.

 

O incidente ocorreu por volta das 3h, quando os delinquentes entraram pelo teto da Igreja administrada pela Ordem dominicana. Imediatamente, roubaram o Sacrário que continha duas âmbulas com hóstias consagradas e um porta viático com uma hóstia grande usado na procissão de Corpus Christi.

Em seguida, destruíram o lado de dentro da capela dedicada à Virgem de Chapi, vasculharam as gavetas e roubaram um colar com a imagem da Mãe de Deus.

Em declarações ao Grupo ACI, o vigário do templo, Pe. Oswaldo Montilla, agradeceu a Deus que por terem “encontrado o sacrário no telhado da igreja, apesar de estar bastante danificado”. Entretanto, lamentou que ainda não haja nenhum “sinal das hóstias nem das ambulas”.

 

”Isto foi denunciado à polícia e eles vieram durante a manhã. Tiraram as impressões digitais que ficaram impressas em um espelho para fazer as investigações e estamos esperando que o Bispo Auxiliar de Caracas realize o ato de desagravo”, explicou o sacerdote.

Por sua parte, indicou que sente “muita pena” dos ladrões, “porque se eles realmente soubessem o que eles fizeram, eles não ousariam fazer isso novamente”.

“Acho que isso acontece devido a uma grande ignorância dessas pessoas, que não são conscientes da importância e do valor da Sagrada Eucaristia”, acrescentou o sacerdote que, além disso, agradeceu pela solidariedade de seus paroquianos.

“A Irmandade do Santíssimo está muito chocada, mas acho que não podemos desanimar. Devemos pedir ao Senhor na oração para que essas coisas não aconteçam novamente”, afirmou o Pe. Montilla.

Além disso, assinalou que deseja convidar os fiéis a pedir “perdão em nome deles”.

 

 “Espero que isso nos una mais como uma comunidade cristã, porque nas adversidades está a união e força de todos”, acrescentou.

Por sua parte, Dom Tulio Ramirez Padilla, Bispo Auxiliar de Caracas, indicou que a Missa de desagravo será celebrada hoje, às 18h.

O Prelado se dirigiu às autoridades para pedir pela proteção das suas instalações: “Nossas igrejas são sagradas, nós atendemos os mais necessitados”.

“Chega de tantos roubos sacrílegos e profanações em nossos templos. Uno-me aos sacerdotes dominicanos da Paróquia Santa Rosa de Lima e lamento profundamente este ato de profanação ao Santíssimo Sacramento. Chega de roubos e profanações”, concluiu.