slide1 slide2

Idoso que busca comida no lixo dá lição de fé a milhares

CARACAS, 04 Mai. 17 / 11:30 am (ACI).- Um idoso que procurava alimentos no lixo na Venezuela deu a um grupo de estrangeiros uma lição de fé e esperança cristã, ao explicar-lhes – com um sorriso, apesar de sua extrema pobreza – que Deus os enviou.

 

Segundo internautas e meios de comunicação, o fato ocorreu em uma rua de Puerto Ordaz, na região de Guayana, afetada pela grave crise econômica que gerou uma escassez de remédios e alimentos no país.

“Uma grande escuridão cobre o nosso país. Estamos vivendo situações dramáticas: a grave escassez de remédios e alimentos. Nunca tínhamos visto tantos irmãos nossos remexendo o lixo em busca de comida!”, exclamaram os bispos venezuelanos em janeiro.

Uma dessas pessoas é um idoso que teve um breve encontro com um grupo de canadenses que filmavam de um veículo.

Os estrangeiros, que se identificaram como canadenses, começaram a conversa perguntando ao indigente o que procurava no lixo. “Qualquer coisa de valor”, respondeu, mas, em seguida, acrescentou: “se consigo comida, também como”.

“Estava procurando algo para comer no lixo. Agora, achei lá (aponta o lugar) alguns pedaços de banana, as pontas das bananas que cortam nas casas. Consegui três ou quatro pedaços e comi. Enquanto estava nisso, apareceu uma pessoa como você, como vocês, e me deu um pedaço de salgadinho com queijo dentro. Me deu a metade de seu café da manhã. Mas, não estou satisfeito e estou procurando algo mais para comer. Se consigo, bem, mas tudo vem, tudo vem, filho”, explicou.

O homem, que não deixava de mostrar senso de humor, perguntou aos seus interlocutores se pertenciam a um grupo cristão. Eles responderam que não. Diante da negativa, o idoso lhes esclareceu que eram “pessoas muito filantropas”.

“Filantropas são pessoas de bom coração, cristãos, humanistas”, explicou-lhes. “Filantropo é aquele que dá pão aos famintos. Como era Cristo. E fazem coisas boas com os abandonados na Terra. Esses são vocês, filantropos”, afirmou o indigente, enquanto os estrangeiros enchiam sua caixa de papelão com alguns alimentos.

“Obrigado”, expressou o idoso. “Muito grato, de verdade, de verdade. Cristo estará sempre com vocês porque vocês andam fazendo uma obra cristã muito grande. Cristo vive, Ele está em seus corações, eu sei. Vocês são cristãos de verdade, de verdade”, afirmou.

Antes de se despedir, o indigente também agradeceu “ao Senhor por enviá-los”. “Porque vocês não vieram porque quiseram vir. Não. Deus”, manifestou, apontando para o Céu.

“Que tenham um dia feliz e que não sintam muito frio no Canadá”, concluiu o homem, sem perder o bom humor.